sábado, 30 de outubro de 2010

Macaquinhos no sótão

Eis que a data se aproxima. 

Mais uma maratona está a chegar. É preciso ter estado atento ao meu blog, ou já perceber um pouco desta coisa de correr, para dar o devido valor às linhas que agora escrevo. 

Uma maratona envolve, no mínimo, uma preparação de 3 a 4 meses de treinos específicos. 3 ou 4 por semana, às vezes 5. Desta vez tenho a pequena vantagem de já ser a 2ª vez que vou fazer uma maratona. Mas a vantagem é de facto muito pequena. Chegados a esta altura em que é tempo de reduzir a carga de treinos e de Km’s para deixar o corpo acumular energia e reservas para o grande dia, não nos conseguimos abstrair das habituais duvidas. Terei treinado o suficiente? Estarei bem preparado? Conseguirei chegar ao fim? Irá correr bem? Irei sofrer muito (mais do que o necessário)?

Mas de facto poucas certezas há. Não temos ponteirinhos e luzinhas que nos indiquem como estão os níveis. 

Para além disso há toda uma série de riscos que o Murphy diz que vão correr mal. Coisas perfeitamente banais em qualquer altura podem-se revelar autenticas frustrações nesta altura: uma constipação à ultima da hora, um mau jeito, um buraco ou um pé mal colocado num treino, um entorse. Tudo o que possa deitar por terra vários meses de investimento. Embora não se viva obcecado com isso (eu não vivo), reconheço que me passam pela cabeça por vezes. Sobretudo depois de quase acontecerem. Safa! Olha se.... 

Mas esta angustia é apenas parte do processo natural. Creio que deve afectar de igual modo amadores e profissionais. Se um profissional tem a vantagem de ter corrido já bastantes maratonas e de conhecer muito melhor o seu corpo, as suas capacidades e o seu momento de forma, também as suas responsabilidades são muito maiores, corre por objectivos muito mais exigentes e tem uma margem de erro muito inferior.

Este texto funciona também como um exorcizar de espíritos maus. Xô! 

Neste momento e apenas a uma semana da maratona do Porto, vou treinando aqui e ali, participando em provas já mais para libertar um pouco o stress, enquanto espero pelo big one.  

Tal como há um ano, fisicamente acho que estou pronto. Os kilos a mais das férias já foram. Creio que consegui um bom pico de forma. Não há lesões de assinalar. All systems GO! 

Olhando para a coisa de um ponto de vista estatístico e sem grandes preocupações científicas, agregando apenas os ultimos 3 meses antes da maratona, obtenho os seguintes valores:


2009 2010
Contagem: 39 Actividades 48 Actividades
Distância: 463,04 km 572,21 km
Hora: 43:31:18 h:m:s 54:03:32 h:m:s
Ganho de elevação: 6.734 m 5.322 m
Veloc. média: 10,6 km/h 10,6 km/h
RC méd.: 147 bpm 149 bpm
Calorias: 41.540 C 40.278 C


Isto dá-me algum descanso e confiança. Claro que nada diz quanto à qualidade do que andei a fazer mas diria que segui um plano semelhante, um pouco mais exigente apenas. Contando com os 10Km de hoje que não estão ainda reflectidos neste total, foram mais 12h, mais 120Km. Epá isto só pode estar pronto.

Portanto os macaquinhos estão arrumadinhos, no sótão. Felizmente nunca tive de colocar em prática, literalmente,  a máxima: instrução difícil, combate fácil, mas adaptando ao mundo da corrida, estou pronto para uma batalha fácil. 

Claro que é preciso conjugar uma série de outros factores mas a parte motora e psicológica está desejosa de mais um desafio. Voltarei a este tema para uma pequena reflexão e análise do percurso e do ritmo que vou tentar cumprir. 

Descansem que é altura dele (mas não exagerem :)

6 comentários:

  1. Apesar de ter acompanhado 2 dos teus treinos, não sou ninguém para dizer que estás pronto para o dia mas sou alguém que acha que se não estás... começo a ficar preocupado comigo mesmo.
    Os teus valores estatísticos dão-te tranquilidade e confiança para uma boa prova. Aproveita-os e usa-os quando te sentires mais cansado. Afinal, foram a receita para a tua primeira maratona...
    Parabéns pelo empenho!
    Sérgio Duarte

    ResponderEliminar
  2. Isso está afinadinho, Paulo. Com uma boa base aeróbica já feita e um controlo do "entusiasmo" inicial, fará a maratona com facilidade.
    Lá nos encontraremos, ou se não nos encontrarmos, correremos o mesmo percurso.
    Boa Prova.
    FA

    ResponderEliminar
  3. Obrigado gentes. Lá nos encontraremos.

    ResponderEliminar
  4. Não tenho duvidas de que fará uma excelente maratona!

    ResponderEliminar
  5. Vai correr tudo bem. Tem mais carga metida na máquina, os batimentos cardíacos praticamente na mesma, o mesmo ritmo, e curioso, apesar de mais quilómetros, gastou menos calorias. Significará isso o reflexo de estar menos pesado, será? Só pode estar melhor que no ano passado!

    Vá com calma e juízo, nada de excessos de confiança, mantenha o SEU ritmo e vai sair-se muito bem, vai ver!

    Força e eu lá estarei para ver e aplaudir amigos e desconhecidos, vencedores!

    Ana Pereira

    ResponderEliminar
  6. Acho que deve ser também um reflexo de ter feito menos subidas e descidas. Obrigado pelo vosso apoio. Não vejo a hora de ouvir o tiro de partida e mandar tudo para trás das costas. Subir e descer o Douro e sentir o calor das gentes do Norte. A ver se são melhores que estes morcões aqui de Lisboa que só falta estarem de pijama e almofada (os que se dignam a estar)

    ResponderEliminar