quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

X Grande Prémio do Atlântico

O ano passado faltei a esta prova devido a um grande infortúnio familiar. Prova quase em casa por caminhos que conheço sobejamente de muitos treinos. Novamente ameaça de chuva que não se concretizou. Muita gente! Isto anuncia um ano em grande. Há cada vez mais pessoas nestas corridas. Mais de 1000 inscritos. É obra. Algum granel na partida com carros que não paravam de passar pela meta. Atrasos. Partida da mini no meio de confusão. Mais tarde soubemos que nas traseiras estava um funeral para sair… mais um…

Aquele local não faz sentido para organizar um evento com tanta gente. No final era o triste espectáculo habitual das centenas de carros presos em engarrafamentos desnecessários, que buzinam e insultam tudo e todos. Não há paciência para estas coisas. Ou se corta totalmente o transito ou então mais vale não se organizar estes desesperos, quer para quem é apanhado no meio da fila, quer para quem pagou para ir participar numa prova e depois é insultado. O civismo javardo marcou pontos. Quem quiser que vista a carapuça.

De resto o percurso é simples e simpático. Quase plano. Os 45 minutos também dão boas indicações que a forma não desapareceu com as festas.

Ah! E a Costa da Caparica está a ficar linda. Dentro de uns anos vamos finalmente ter uma cidade à altura do litoral. Voltarei a este assunto em breve.

Aqui podem consultar os tempos

Sem comentários:

Publicar um comentário