quinta-feira, 21 de março de 2019

Vais para a pista? Leva o cronómetro!



Isso mesmo! Podes deixar o GPS em casa. Não serve para nada, ou quase nada.

Se fores fazer treinos de séries, não uses a funcionalidade de controlar a distância das séries pelo GPS. Vais-te dar mal! Claro que pode levar o teu GPS, até ficavas doente se não o levasses. Mas toma atenção à distância que ele vai medir.

E porquê, perguntam vocês?

Quem já testou reparou com certeza que o GPS marca os 400 m antes de darmos um volta completa e voltarmos a passar na meta. Ainda não o fizeram? Então testem. Programem algo que seja múltiplo de 400 m no relógio (para facilitar) e façam um treino orientado pela distância do relógio. Aposto que o tipo vai dizer que já chegaram, bastante antes da linha de meta. O que, fundamentalmente é parvo, certo?

Pode chegar quase aos 20 m antes. O que em 400 m é um erro de 5%. Completamente inaceitável: imaginem numa meia maratona, 5% dá mais de 1 Km de erro. Impossível e nunca visto!

Então vejam lá este exemplo. Tenho andado a fazer séries de 800 m em 3 minutos. Com a distância programada no relógio cada série ficava 20 a 30 metros mais atrás da linha da meta.

Hoje para me despedir das séries fui fazer 8 x 800 m guiando-me apenas pelas marcações da pista e marcando as laps manualmente no relógio. Agora estive a descascar os dados e vejam lá este mimo:

Distância real 800 m (2 voltas) - Objectivo 3 minutos (pace 3:45)
SérieTempoDistância GPSRitmo GPSRitmo realErro
12:59,081003:4003:43,71,65%
22:55,581003:3703:39,41,09%
32:56,781003:3803:40,91,31%
42:57,583003:3403:41,93,56%
52:59,582003:3803:44,42,85%
62:57,083003:3203:41,24,16%
72:59,782003:4003:44,62,05%
82:55,981003:3603:39,91,77%

Confirma o que sabemos. Se vou a 3:41 não é aceitável o GPS achar que vou a 3:32. Não é bem a mesma coisa... Para o gajo fiz 830 m, quando fiz na realidade apenas 800 m. 
30 m a 3:41 são quase 7 segundos de diferença. É obra! Pensem na diferença em apenas 2 voltas à pista. É abissal, quase meia reta da meta...

Mas porquê esta margem de erro totalmente descabida? Estava um dia lindo, sem qualquer nuvem, excelente sinal GPS, visibilidade total em toda a pista. O que se passa aqui?

A explicação é simples. Andamos às voltas num circuito relativamente restrito. OS 400 m da pista são medidos exatamente a 30 cm do limite interior. Cada pista para o exterior adiciona 7,5 m ao perímetro por volta (pista 2 - 407,5 m, pista 3 - 415 m ..... pista 8 - 452.5)

Ora se a malta vai ali na pista 1, como é óbvio, então que raio de traçado é este?


Eu não andei ali a varrer as pistas todas do 1º de Maio! A explicação é óbvia. A precisão do GPS é na melhor das hipóteses de 5 m. Ora cada pista tem 122 cm, portanto o gajo tem uma margem de erro de 2 pistas para cada lado. Por isso varrem as pistas todas. Ele sabe lá se estão na pista 1, 3 ou 5. Acresce a complexidade de andarem às voltas e ele repetir os erros de posicionamento a cada volta. Neste dia o gajo estava a achar que eu fazia sempre o topo norte por fora... Isto pode já ter a ver com o posicionamento do satélite e com a ligeira margem de erro superior naquela zona.

Concluindo que a conversa vai longa. Vais para a pista? Usa o cronómetro e as marcações da pista para fazeres o teu treino. Senão vai dar asneira, tantas vezes repetida quantas as voltas que deres.

Bons treinos!

Sem comentários:

Enviar um comentário