sábado, 28 de novembro de 2020

Adeus Grande Abutre. Até sempre!

 

Barrancos - Treino Convívio - 6/3/2011

Se este fosse um ano normal a esta hora estava a caminho de Miranda do Corvo. Era o mínimo que podia fazer, estar presente no adeus ao Vitorino Coragem. Um companheiro inesquecível que fará para sempre parte das minhas memórias do trail. Na impossibilidade de o fazer, deixo umas linhas dedicadas a esse Grande Abutre - Vitorino Coragem.

Hoje é um dia triste, lá fora chove torrencialmente e o Vitorino partiu. Gostava de estar em Miranda a beber um ultimo copo com ele, a fazer o que mais gostava de fazer: celebrar a vida, a natureza, o convívio, a boa disposição, os amigos, as memórias.


O Vitorino fazia parte do trail e das serras. Conheci o Vitorino em 2010 quando comecei a correr fora da estrada, quando o trail apareceu em Portugal. Numa altura em que as poucas provas permitiam que todos nos juntássemos semana após semana. As pessoas que estão na foto acima ou quem os reconhecer, compreende o que era o trail nessa altura. Foi só há 10 anos mas parece que foram muitos mais, talvez devido a tantos e tantos bons momentos que tive a sorte de partilhar com ele. 


Para mim o Vitorino, muito mais que um atleta ou alguém que gostava de correr na natureza, era um embaixador. Um embaixador de Miranda do Corvo, embora essa nem fosse a sua terra. Um embaixador da boa disposição, de receber os amigos, de organizar eventos. 


Nunca esquecerei todos os convívios que pude partilhar com este grande alentejano. Talvez por ser alentejano como ele, compreenda bem o gosto e o prazer que lhe davam os convívios e a partilha de bons momentos, a boa comida e bebida, a celebração da amizade e da vida.

Ir a Miranda ter com o Vitorino era sempre um prazer, fosse para os treinos-convívio de verão, fosse para os primeiros trails dos Abutres, fosse para irmos passar uns dias no centro de estágio, fosse para que fosse. Era só o Vitorino dizer, ou se não dissesse inventava-se um fim de semana de treinos na serra da Lousã e umas almoçaradas no Patamar ou até uns abastecimentos em plena serra. 

Obrigado Vitorino Coragem, por todos os bons momentos que nos proporcionaste. 

Hoje há mais um Abutre a pairar sobre Miranda do Corvo. 

Até sempre!

 

Sem comentários:

Publicar um comentário