segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

27 de Dezembro - São Silvestre de Lisboa

E mais um ano se passou. Ainda não foi este ano que pude ir ás São Silvestres da Amadora e dos Olivais portanto esta foi a ultima corrida do ano.
Este ano não houve chuva. Tudo correu muito bem. Deixámos o carro no parque do Martim Moniz que fica a 5 minutos ou menos do Rossio. Foi uma boa escolha tirando o preço que é uma verdadeira vergonha. Mas sempre serve para melhorar a economia (de alguém que não eu).
Ficámos por ali na conversa à espera deste e daquele e quando pensámos em ir aquecer, olhámos para a zona da partida e assustámo-nos. Já estava quase cheia. Que se lixe o aquecimento. Toca a entrar.
Embora a ideia de separar as zonas de partida por tempos faça todo o sentido, como quase ninguém respeita as indicações vai quase dar ao mesmo.
À medida que a prova cresce em participação a organização tem de começar a pensar em arranjar outra zona de partida. Meter 5000 pessoas ali começa a ficar complicado e depois acontece como desta vez. Todos querem ir para a frente e a coisa entope. Grande parte do pessoal só conseguiu entrar na zona de partida já depois do tiro.
De negativo apenas o facto de não se ter respeitado o horário. Já partimos atrasados e ainda foi preciso esperar mais um pouco pelo 3 minutos e picos que a organizaçãp quis dar de avanço às atletas de elite. Para criar um despique homens-mulheres. Até pode ter sido giro, mas para quem vai correr tem interesse nulo, ou seja só sobra a seca de termos ficado quase 10 minutos à espera. Acho que as mulheres ganharam pois os homens não conseguiram apanhá-las.

De resto tudo decorreu normalmente. Acusei obviamente o cansaço da corrida da véspera e custou-me um bocado manter um ritmo forte. Daí um fraco tempo. No final tudo fluiu sem problemas, sem ofertas de maior. Estava a começar a gelar com o vento que estava, quando a Dora me viu. Fez 1h02m que é um tempo aceitável, tendo em conta a época da engorda e a subida ao Marquês que mesmo assim fez orgulhosamente sem parar. Boa, miúda.
O meu tempo e track está publicado no sítio do costume (e não é no Pingo Doce).

Sem comentários:

Publicar um comentário