sexta-feira, 22 de abril de 2011

18 de Abril - 7º Treino Lunar


Após uma semana de sol fantástico, uma semana de chuva estava na calha. Desta vez não nos íamos safar. Logo hoje que a Leonor ia levar as favas!!! Já percebi que favas não era uma comida da sua preferência.

Até nem tinha estado um dia de chuva pegada, era mais tipo descargas violentas. Mas para o final do dia a coisa começou a ficar mais permanente. A Dora cortou-se logo. A trovoada estava cada vez mais perto. Relâmpagos gigantescos rasgavam o céu.

Eu lá preparei os queijos que tinha comprado para entrada e dirigi-me para o local enquanto pensava que desta vez é que não estava lá ninguém. Mas se houvesse alguém para correr estava pronto.

Quando cheguei já lá estavam vários carros. Este pessoal ainda é mais maluco que eu :)

Portanto, o cancelamento estava fora de hipótese. Dirigimo-nos ao Mar Puro onde já estavam mais 2. O João tinha chegado mais cedo ainda. Ali ficámos a combinar o que íamos fazer. A chuva não era problema obviamente. Já a trovoada impressionava um pouco mais e o pessoal dividia-se. Enquanto uns asseguravam que era perfeitamente seguro correr na praia com trovoada, outros torciam o nariz e outros avisavam contra o uso de objectos de metal. Lá em baixo na praia os pescadores alheios a tudo puxavam as redes e faziam o seu trabalho...

Estávamos nós a decidir o que íamos fazer, o sr. Helder informou-nos que não estava a contar connosco e que ia fechar o bar dentro de pouco tempo. Estava em risco o petisco. Não podia ser.

Optámos por fazer apenas o pontão enquanto tentávamos pensar num local ou procurávamos outra alternativa. Ainda falámos com o Costa In que não se importava de nos acolher a troco de algum consumo. Seria uma hipótese.

Regressámos rapidamente ao Mar Puro já que apenas fizemos o pontão e seguimos outras hipóteses. Alguns dos cafés da avenida por detrás do pontão estavam fechados e com alguma dose de lata optámos por, temporariamente debaixo de umas arcadas, usar 3 mesas de uma esplanada que estava desmontada. Claro que no final deixámos tudo na mesma ou melhor do que estava.


Assim, num cantinho que não desse muito nas vistas, afinal estávamos entre 2 esplanadas que estavam a funcionar..., lá montámos a nossa banca. Não éramos muitos e ainda bem. As favas da Leonor, acabadinhas de fazer fumegavam. As moelas do Paulo, já prato habitual, franguinho assado, queijos e as sobremesas. Desta vez as sobremesas estavam a rigor. Um excelente pudim e o já famoso arroz doce da Leonor com amêndoas da Páscoa.

O resto foi puro convívio. Desta vez foi mais comida que exercício. Que desgraceira..

Entre os presentes foi tomada a decisão de alterar o local de encontro. Vem aí o verão com as noites mais quentes que nos permitem estar mais em contacto com a natureza. Só temos de salvaguardar a hipótese da chuva não nos estragar os planos. Qualquer cantinho coberto com umas mesas serve. Em ultimo caso até basta o cantinho coberto e levam-se mesas de campismo.

Aceitam-se sugestões. Também podemos fazer Treinos Lunares itinerantes, variar o local do Treino, visitar outras paragens, aceitam-se convites.

O próximo vai ser já no dia 3 de Maio. Aguardem pela confirmação do local de encontro.

Sem comentários:

Publicar um comentário