quarta-feira, 17 de abril de 2019

Como recuperar entre maratonas


O dilema é o seguinte:
Acabas uma maratona e tens outra a seguir. O quê? A sério? Mas não se deve fazer apenas uma ou duas por ano? 

Muitas vezes se ouve esta conversa, normalmente de malta mais madura, que já corre há 40 anos. A razão deste "mito" prende-se com o facto de que nesses tempos só corria o pessoal que levava a coisa mais a sério, e que corria as maratonas a ritmos de competição. Nesses tempos corria-se quase exclusivamente para competir. Era um desporto praticado quase só em clubes. Pouca gente corria apenas por prazer ou porque era saudável, ou porque sim.

Nesse contexto mais profissional, ou federado, digamos assim, é verdade que treinar e competir a sério, deixa pouca margem para mais que 2 ou 3 maratonas por ano. Há que apostar as fichas nos cavalos certos. 

Mas num contexto amador, a ritmos mais acessíveis, com cargas de treino muito mais reduzidas, acredito que não há qualquer limite. O limite será o nosso próprio corpo e a forma como recupera entre maratonas. Há vários exemplos de pessoas que fazem maratonas consecutivas, mais ou menos informais, às vezes até diariamente durante meses ou anos.

Esta é a minha opinião baseada em alguma experiência pessoal. Em tempos fiz 3 em 3 meses como preparação para os meus primeiros 100 Km. E todas a um ritmo exigente, para o meu nível de forma, claro.

Quando fui pesquisar um pouco sobre como devia recuperar para a próxima maratona, duas semanas após a de Varsóvia...., fiquei surpreendido de me ter aparecido logo um artigo de um dos meus treinadores preferidos Hal Higdon. Se seguem o meu blogue sabem que os meus treinos usam um dos seus planos.

Mas para recuperar ha várias dicas importantes que podem obter neste excelente artigo.

O Hal tem mini-planos para recuperar de maratonas separadas por 2, 4, 6 e 8 semanas. Tem também planos interessantes para manter o pico de forma, dado que não vamos propriamente partir do zero sempre que nos temos de preparar para mais uma.

Ora para 2 semanas, obviamente não há nada para treinar. Antes passa por recuperar os músculos, repor glicogénio, e descanso ativo. 

Com base nas suas dicas vou seguir estas linhas orientadoras para as próximas 2 semanas:


Resumidamente, muito descanso, algumas corriditas, se calhar um ou outro sprint, um mini treino longo, e quanto a corrida estamos aviados.

No entanto dá para aproveitar para fortalecer outros grupos de músculos que normalmente são descurados. Que tal aproveitar para tratar do core? Uns HIT's que não puxem muito pelas pernas?

Para isso recomendo alguns planos do site Darebee.com que é um site obrigatório para quem gosta de exercício físico e de estar em forma. Já escrevi sobre o Darebee neste post. Vão lá ler se não conhecem.

Estes 2 treinos parecem-me simpáticos e adequados. Pranchas nunca são demais, reforço de tendões tem o meu nome escrito em todo o lado, reforçar as costas é muito útil também.

        



Cliquem nas imagens para aceder aos planos, mas sobretudo explorem os planos existentes e escolham os que mais gostarem. Usem a página dos filtros para localizarem facilmente o que precisam.

Nota: Um aspeto tantas vezes esquecido. Se gostam dos meus artigos, provavelmente os vossos amigos também vão gostar. Não se esqueçam de os partilhar pelos vossos amigos. É só clicarem nos botões abaixo, enviar o email, ou partilhar o link do browser. Ajudem a partilhar. É importante que a boa informação chegue ao maior número de pessoas possível. Para equilibrarmos um pouco a balança.

E até Aveiro se não for antes!

Sem comentários:

Publicar um comentário