segunda-feira, 5 de setembro de 2011

28 de Agosto - Trilhos de Monsanto



Aqui está a emblemática foto dos Trilhos de Monsanto. A subirmos ao viaduto que permite atravessar a radial de Benfica e que nos deixa prontos para escalar Monsanto.


Gosto muito desta prova que tem tanto de duro como de belo. Monsanto é uma dádiva que sobreviveu a Lisboa. É uma sorte que poucos lisboetas aproveitam, ter uma serra tão bem arborizada à mão de semear. E por estar aqui tão perto não falho esta prova. É o regresso à corrida após o Verão. E ao contrário do que muita gente me diz não acho uma prova muito dura. A dureza resulta do esforço que empregarmos. Se não quiserem esforçar-se demasiado corram apenas nas descidas e subam a passo as subidas. Não é nenhuma vergonha ir a passo. É um trail, não é uma prova de estrada.


Este ano ainda a tentar recuperar um peso mais decente, digamos assim, tentei não me exceder no esforço para fazer uma prova o mais aeróbica possível e assim queimar gordura. Nem as subidas de Monsanto me permitiam outra atitude com o peso que tenho.


Fiz parte da prova com o Parro que passava por mim nas subidas, enquanto o apanhava nas descidas prego a fundo. Sai da frente Guedes! Não sei o que me deu mas estava enloquecido nas descidas. Normalmente não gosto de descer muito depressa. Ou me doem os joelhos ou os dedos dos pés. Mas desta vez só me apetecia acelerar a fundo nas descidas e foi o que fiz.

Para o ano lá estarei de novo dado que nesta altura não há concorrência de outras provas. 

Sem comentários:

Publicar um comentário