terça-feira, 13 de setembro de 2011

29 de Agosto - 16º Treino Lunar




Isto tem andado fraco. Felizmente são só os dedos é que andam na balda. Talvez porque as pernas andem a trabalhar demais... O que é um facto é que o tempo não chega para tudo e nem sempre se consegue manter a escrita em dia.

A quantidade de eventos também não dá descanso e entre 2 Treinos Lunares foram mais 3 corridas que já estão em falta. Por isso sem mais demoras vou tentar pôr o blog em dia. Até porque o alemão não ajuda nada nestas coisas e se nos atrasamos muito o tempo encarrega-se de fazer esquecer pormenores importantes.

Lindo efeito que o pôr do sol proporcionou

Depois de uns Trilhos de Monsanto que são sempre exigentes a nível muscular, com aquelas subidas e descidas bem fortes, o pessoal queria uma coisa light. O vento moderado de Norte fazia antever alguma dificuldade no regresso, nada de especial ou diferente. Afinal a nortada ali na Costa sopra aí 95% do ano ou mais. Mas já no ultimo treino lunar o pessoal tinha ido para o lado contrário e como estive ausente e não fui, acedi à alteração.  Vamos para o outro lado então.




Alguns companheiros novos juntaram-se a nós e lá fomos pontão fora em direcção à Trafaria. A ideia era fazermos apenas 1h, 30 minutos para cada lado.  Depois do pontão vamos apanhar a estrada que vai para S. João, sempre pela ciclovia que vai até à Trafaria. Não chegámos até á Trafaria porque 30 minutos não dá tempo para isso, mas fomos até á rotunda anterior já em plena descida para a Trafaria. No regresso já tudo quentinho o pelotão partiu-se em vários ritmos com todos a darem largas à sua vontade de acelerar.

No final ficou um bom treino, feito em crescendo e para variar soube bem ir para o outro lado.

Se já não éramos muitos, com o habitual pessoal que depois não fica para petiscar acabámos por ser poucos para o petisco. Claro que nestas coisas só faz falta quem lá está e poucos ou muitos soube que nem ginjas o bacalhau com broa da Leonor, as merendinhas que levámos, os bolinhos que a Mónica fez em segredo e mais uma série de outras coisas boas que sempre estão presentes. O belo tinto estava de volta e regou o repasto.

E assim se cumpriu a tradição lunar. Venha o próximo

Sem comentários:

Publicar um comentário