quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Via Valais - Etapa 1 - De Sierre a Grimentz

Sierre vista de Vercorin
Chamem-me optimista, teimoso, realista, o que quiserem, mas fui o único que sempre acreditou que esta aventura se ia realizar. Contra tudo e todos, contra covids e fantasmas variados, estava tão convicto que a dada altura até ia sozinho. A minha árvore de decisão era simples: Há voo para Genebra? Posso entrar na Suiça? Então bora lá.

Vercorin
Com vários indicadores a melhorar, sabia que uma vez na Suiça, regressar estava ainda mais garantido. A solução para este problema não passa por nos fecharmos, seja em casa ou no país. A solução passa em termos algumas precauções, seja onde for.

Tal como previsto e depois de um adiamento para tentarmos juntar mais amigos, lá pusemos a coisa em marcha. A etapa inicial era simples: voo para Genebra + comboio para Sierre. 

O etapa oficial do site Via Valais começava aos 2332 m em Crêt du Midi, mas dada a hora a que chegávamos, nem para a vila intermédia, Vercorin (altitude 1320 m), conseguiríamos subir nesse dia. Assim depois uma noite em Sierre iniciámos a nossa versão da Via Valais.

Com as dicas do casal de portugueses do restaurante onde tínhamos jantado na véspera, caminhámos 3 Km até Chalais (altitude 557 m) onde uma tele-cabine nos levava para Vercorin. 

Sierre no vale e Vercorin no patamar
Embora tivéssemos pensado em fazer a pé os 1000 m D+ de Vercorin a Crêt du Midi, na dúvida quanto ao horário de fecho do supermercado em Grimentz (na Suiça aos sábados muita coisa fecha mais cedo e algumas nem abrem ao domingo) mandava o bom senso não perder 1h30 que nos poderia fazer falta no final da tarde. Além disso em Grimentz seria preciso comprar almoço para os próximos 2 dias. 
Por isso depois da tele-cabine Chalais-Vercorin aproveitámos e apanhámos o teleférico Vercorin-Crêt du Midi.

Embora estivéssemos a iniciar o percurso no local do trilho oficial, o final tinha sido alterado. Inicialmente porque juntámos 3 etapas em 2, mas quando adiámos a viagem 1 mês, a cabana da barragem de Moiry não tinha vaga para esse dia. Assim esticámos o trilho desse dia para acabar 6 Km e 600 D- mais à frente, em Grimentz.


Cabana de Bec de Bossons
Este foi um dia tranquilo que serviu como uma boa introdução ao que lá vinha. O percurso Crêt du Midi até à cabana de Bec de Bossons é um trilho muito bonito e o dia estava espetacular. Imensa gente no percurso dada a proximidade do teleférico e a facilidade em rapidamente se desfrutar de um belo passeio na montanha.

Da cabana seguimos para Sex de Marinda onde iniciámos a descida para a barragem de Moiry. Aí já estávamos um pouco em contra relógio para chegar antes das 5 da tarde a Grimentz. Esta seria a hora que o supermercado talvez fechasse. De qualquer forma e dado que o Pedro e o Eduardo não se controlavam com a quantidade de fotografias que tiravam, segui e tentei gastar menos de 1h30 até Grimentz. 45 minutos até à barragem e mais 45 minutos até Grimentz. Sempre a controlar a hora estimada do Garmin lá consegui chegar 20 minutos antes das 5 da tarde e no hotel (que era logo à entrada de Grimentz) descobri que o supermercado fechava às 7...

Barragem de Moiry, cliquem na foto e descubram junto ao paredão o restaurante e 100 m D+ acima o local onde ficámos há 4 anos

Aproveitei para tratar do check in, comprei umas cervejas e instalei-me à espera dos irmãos Lumière. 

Descida para Grimentz

Bela varanda e melhor vista

Face à escassa e cara oferta de Grimentz optámos por comprar os 2 almoços dos dias seguintes e também o jantar desse dia. O quarto tinha uma fantástica varanda com uma vista brutal, onde desfrutámos de um jantar caseiro. À noite fomos desmoer com uma voltinha por Grimentz, que é uma típica vila de montanha, com as suas casinhas incríveis.

Com a alma cheia terminámos esta primeira etapa. Fomos conservadores, mas o que poupámos na subida inicial transformámos em cerveja e convívio, no final do dia. Por isso o saldo foi francamente positivo.



Continua a ler seguindo por este link Via Valais - Etapa 2 - Grimentz - Zinal -Turtmann Hut

Sem comentários:

Publicar um comentário