sábado, 7 de abril de 2012

18 de Março - Trail de Penafirme


Inicialmente tinha programado ir à maratona de Badajoz nesta data mas dado que na semana seguinte ia para Barcelona e não tinha arranjado companhia para ir, acabei por conseguir convencer a Dora a vir também a Penafirme fazer o mini trail enquanto fazia a prova principal.

Esta prova prometia ser divertida. Uma 1ª edição numa zona muito bonita, seguida de um almoço no hotel Golfemar. E de facto a organização estava esmerada. Um belo saco de prendas com uma garrafa de tinto da região.

Partida conjunta do hipódromo ao lado do campo de golfe e num instante estávamos a subir a arriba passando ao lado do hotel. Lembro-me do José Santos me tentar convencer antes da prova que aquilo era tudo plano, praia, pinhal.... E nós rodeados de montes enormes... Que não, que não íamos para aquele lado... Ok...

 

De facto foram poucos os momentos de planura. Ou estávamos a subir ou estávamos a descer. Claro que não havia grandes subidas nem a altimetria acumulada era grande coisa. Mas ainda apanhámos uns belos empenos pela frente. Terrenos sempre diferentes, paisagens sempre deslumbrantes. Segui a prova quase toda com o José Santos. No próximo fim de semana estaria em Barcelona para fazer mais uma maratona de modo que a ideia era passear, desmoer os 60Km do Oh Meu Deus da semana anterior e sobretudo não estragar nada. Barcelona tinha sido planeada desde Novembro. 


 

A zona é surpreendente. Por exemplo, no cimo de um morro enorme uma passagem subterrânea leva-nos para o outro lado do monte onde se descobre uma vista incrível. Houve de tudo. Foi um sobe e desce constante. O José sempre que eu não estava a ver mandava-se para o chão e uma das vezes ainda se ia aleijando a sério. Quando não se estava a mandar para o chão estava a lamentar-se da dureza da prova, do empeno, etc.

 

Perto do final e após o ultimo reabastecimento, depois de me ter mandado embora vezes sem conta apercebi-me que ele estava já bastante cansado e que não adiantava insistir pelo que o deixei em paz e segui atrás da Glória Serrazina e do Nuno Alexandre que tinham passado por nós há uns minutos. Estávamos agora já muito perto do final na zona da praia. Progredíamos agora por dunas e areia.

 


No final ainda houve tempo de passar pela praia em frente ao Hotel mesmo antes de atravessar a ponte do ribeiro que ali vai desaguar. Uma zona muito bonita e um dia magnífico ajudaram às fotos ficarem de facto lindas. Podem ver todas as foto neste link. Vale a pena.




O almoço foi muito bem servido pela unidade hoteleira que podem ver nas fotos. Talvez se tivesse comido mais qualquer coisinha... mas não posso dizer que não ficámos bem. Os banhos embora quentes eram algo limitados com apenas 3 chuveiros. Algo a rever na próxima edição. Também a rever o traçado que gerou bastantes problemas com imensa gente a perder-se. Foi de tal forma que a organização anulou a classificação. Nós não tivemos qualquer problema e até achei o percurso bem marcado. No entanto numa das zonas problemáticas já estava posicionado um elemento da organização a indicar o sentido certo quando lá passámos. O percurso em trevo gerou alguma confusão nessa zona com muita gente a falhar uma das folhas do trevo, outros a fazerem-na ao contrário. 

Embora seja uma falha algo grave para mim foi irrelevante. Fiz todo o percurso, achei a zona lindíssima, estava um dia magnífico, o resto quem quiser que se chateie. Fui muito bem tratado e para o ano vou voltar porque se corrigirem os pequenos problemas que referi temos aqui um trail para durar. Parabéns pelo vosso trabalho e agora é só continuar. Até para o ano.

Sem comentários:

Publicar um comentário